Animes e a censura na América Latina

Ir em baixo

Animes e a censura na América Latina

Mensagem por Nasdark em Qui 01 Maio 2008, 17:43


Após um debate iniciado por dois leitores motivado por um comentário pessoal da minha parte a respeito da exibição dos animes da tv aberta, decidi criar um tema a parte para falarmos sobre esse assunto em questão e entendermos o que se passa atualmente na cabeça dos brasileiros que são fãs de animes a respeito da censura que vem sendo imposta no Brasil (graças ao já conhecido Ministério da Justiça), não só em cima deles mas também de programas diversos. Antigamente a vida do anime na televisão era muito mais tranquila, nos gabávamos de sermos o povo mais aberto do continente latino, aquele que menos censurava, mas isso era apenas uma ilusão. A situação não só do anime é dífícil, mas de todos os demais programas graças a interferência de deputados, que tentam resgatar a moral e os bons costumes, acreditam por exemplo que uma pessoa de 13 ou de 15 anos ficaria chocada ao ver um programa ou uma cena imprópria (nos dias de hoje alguém dessa idade já sabe até o que é beijo na boca), o que a televisão têm haver com isso?

Para começar não é o anime ou a televisão que são capazes de influenciar alguém, cabe aos pais controlar os filhos naquilo que assistem pois são os únicos responsáveis por isso, mas o pessoal do MJ acredita nisso? Claro que não, e para melhorar mais ainda existem comissões contra a baixaria ajudando a tornar isso tudo cada vez mais insuportável. Somos uma nova Venezuela agora? A tendência parece só piorar, ultimamente não temos quase nada em tv aberta, até mesmo a exibição de Sigma 6 foi encerrada pela Globo, e no sbt todos aguardam os novos episódios de Naruto que devem sofrer muito nas mãos do MJ.

Na América latina a vida do anime também não é fácil, assim como você, um fã de outro país sofre. No México por exemplo exibem CDZ: Hades, editado, Hellsing também, a censura por lá cai em cima dos animes na tv aberta, salvo Evangelion que foi exibido a meia noite e por isso não sofreu edições. No Chile, o país que mais deve exibir animes, Samurai X passou sem edições (segundo dizem não era a versão de leves cortes da Sony) que por sinal foi exibida no Cartoon Network, essa versão sem edição inclusive pode aparecer no Animax, mas isso ainda ninguém sabe como vai ficar, uma outra série por lá passou em horário nobre: DNA² (18:00hs). Em outros países latinos os animes sofrem muito mais cortes, ou são raridade na televisão por causa do teor violento, parece ser uma tendência a ser seguida entre todos,e depois as empresas se perguntam porque existe pirataria, mas a censura é culpada da pirataria e as empresas também, na verdade não é possível apontar um culpado ou uma só vítima nesse círculo vicioso.

O futuro dos animes no Brasil não parece nada promissor, aqueles que vivem baixando animes e os possuidores de Animax ainda podem conseguir algum consolo, mas em termos de televisão, a situação é bem obscura, ainda mais com a típica idéia de que "desenhos japoneses são violentos" prevalecendo sempre, é muito difícil acompanhar uma série num canal aberto sem que ela não sofra nenhum tipo de censura, e dificilmente uma emissora se arriscaria a exibir animes no horário das dez ou de madrugada, pelo menos por enquanto isso é um sonho; e nos canais pagos houve uma queda significante após o fim decretado pelo Cartoon Network, influenciando indiretamente o desejo dos canais de investirem em novas aquisições.

O que é preciso pra que tudo isso mude? Mais dvds inéditos, e preços menores, o que levaria talvez a cair um pouco a pirataria, nosso mercado é mínimo e poderia ser muito melhor, estável como o espanhol ou o italiano. Atualmente as coisas começam a andar mas a passos lentos, bem lentos, só que como eu já disse antes, na tv aberta o anime continuará sendo visto negativamente, os tempos mudaram os canais (tirando a extinta Rede Manchete), preferem não investir tanto ou se investem tem um produto final completamente censurado, é preciso que tudo isso venha a mudar, ou senão a única maneira de assistir a um anime de forma decente será ou pagando pra ver tv (isso se os canais oferecem opções), ou pirateando. Infelizmente isso não tem como mudar por enquanto.

_________________
NASDARK





avatar
Nasdark
Administrador
Administrador

Masculino Número de Mensagens : 10
Idade : 118
Cidade : ...
Data de inscrição : 29/04/2008

Ver perfil do usuário http://animemangaetvpaga.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Vamos la!

Mensagem por Danilo Guedebran em Qui 01 Maio 2008, 19:58

Eu já tinha comentado isso no blog, mas como o Nasdark re-acendeu a fogueira, vamos tentar segura-la, até pra quem não participou dessa discução poder participar.

O problema é serio, e é uma espécie de circulo vicioso. Temos os grupos pequenos que fazem muito barulho, passando a impressão, para o governo, que essa é a vontade de nação. A coisa se agrava quando membros desses grupos chegam ao governo.

Ainda temos o atual comodismo dos pais, que por cansaço, despreparo(muitas vezes causado pela precoce chegada de filhos, já que muitas vezes crianças dão a luz a crianças, ou ainda pela educação não consistente que esses pais tiveram quando crianças). Esses fatores levam o governo a querer substituir o papel dos pais na educação.

Não estou dizendo que o governo não deve educar, na verdade essa é uma das funções básicas do governo, prover educação. Então, para “ajudar” os pais o governo tem que tomar atitudes extremas, como censurar em nome da proteção.

Por exemplo, vocês já perceberam que propaganda de cigarro simui da TV? Já percebeu também que as propagandas de bebidas alcoólicas também são exibidas após um determinado horário? São ações que visam afastar o jovem dessas coisas (quero deixar bem claro, que sou CONTRA bebidas alcoólicas, cigarro e afins, e pra mim tais proibições são positivas). Porem cera que isso funciona?

Vamos analizar uma coisa, a TV já não tem mais propaganda de cigarro, porem digamos que uma familha composta por três pessoas, pai, mãe e filho(a). Digamos que esses pais sejam verdadeiras chaminés, quase sempre o filho ou filha também acabara fumando, muitas vezes por incentivo dos pais.

Mas onde você quer chegar com isso? Calma já explico.

O que vai adiantar proibir programas violentos se a família de uma pessoa, criança no caso, for violenta? Nada, pois essa criança cera educada que a única forma de resolver seus problemas é a violência. E agora, alguém me diz qual a culpa de programas com algum teor de violência nisso?

(Silencio)

(Som de coruja)

(Grilos)

É isso ai não da pra dizer, por que eles não são o foco do problema. Na verdade esses programas funcionam como bode expiatório. E olha que o povo brasileiro nem é tão violento assim, em outros paises o povo não ligra de brigar entre si ou com o governo por causa de política. E quando eu digo brigar, não é discutir, tem paises que as pessoas saem as ruas pra quebrar tudo. Sera que é culpa da TV?

Já ouvi expecialistas dizerem que de certa forma programas violentos ajudam a conter a raiva acumulada que as pessos podem ter, já que elas transferem a o que podem estar sentindo para o programa, ou então no caso de programas mais adultos, eles teriam o mesmo efeito, só que ao invés de conter a violência podem ajudar a conter o instinto sexual.

Certa vez minha professora de psicologia me disse que é difícil uma pessoa misturar ficção com realidade amenos que está tenha algum transtorno, talves tecnicamente transtorno não seja a palavra correta, mas acho que vocês me entendem.

Agora indo pra conclusão disso tudo, é mais fácil pro governo proebir coisas do que reverter um processo que vem desde a colonização do Brasil, então para mostrar serviço eles vão atacar o que acharem mais importante, a TV.

Eu acredito que é difícil ficar pior que isso, já que se a censura apertar, as emissoras vão ter problema, e vamos lembrar de uma coisa, muitos puliticos tem re-transmissoras de grandes redes de TV, isso vai acabar pesando no bolso, então ai a coisa afrouxa e a TV se re-abre.

Deixem o poessoal que quer a censura fazer barulho, só acho que deveria aver barulho do outro lado também, são não vai parecer jogo de um time só.

Vou deixar claro uma coisa, sou afavor da classificação indicativa, desde que ela não restrinja horário de exibição de programas. Se essa classificação for meramente ulistrativa, pode até ajudar os pais.

Lembrando de uma coisa, criança não aciste TV só de manha e dificilmente vai dormir as oito da noite, então esse divisão de horários é furada. Outra coisa, é meio lógico, que certos programas não deveriam ser assistidos por crianças, até por que não foram pensados pra elas, e tem abordagem, que elas podem não entender.

Bom espero ter dito tudo o que eu queria, se eu lembrar de algo posto depois.
avatar
Danilo Guedebran

ㅤ

Masculino Número de Mensagens : 7
Idade : 33
Cidade : Santo André
Anime/mangá favorito : Corrector Yui
Data de inscrição : 30/04/2008

Ver perfil do usuário http://www.mangaparatodos.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Animes e a censura na América Latina

Mensagem por Albino em Qui 01 Maio 2008, 20:32

Uma simples frase(ou duas) para resumir tudo o que penso sobre isso?

"Ah claro, as crianças são violentas por causa de TV! Assim como o Brasil é violento por causa do Counter Strike!"

_________________


"Porcos eu não sei, mas a Superpig voava!"
avatar
Albino
Moderador
Moderador

Masculino Número de Mensagens : 48
Idade : 28
Cidade : Rio de Janeiro
Anime/mangá favorito : Inúmeros...
Frase : Mais do que uma luz, alguém que o tirará da escuridão!
Data de inscrição : 29/04/2008

Ver perfil do usuário http://animemangaetvpaga.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Animes e a censura na América Latina

Mensagem por Danilo Guedebran em Sex 02 Maio 2008, 10:12

Atraves do site: www.liberdadenatv.com.br é possivel saber muita coisa sobre a PL 29/07 e la até tem o numero do telefone da camara dos deputados pra ligar e prostestar contra esse projeto de lei.

Eu acabei de ligar e protestar, façam o mesmo.

E, atraves do site:
http://www2.camara.gov.br/popular/falecomdeputado.html/
é possivel enviar um e-mail para TODOS os deputados expressando o descontentamento.

É só não exquecer de citar a PL 29/07 e ser educado na mensagem.

Espero ter ajudado.


Última edição por Danilo Guedebran em Sex 02 Maio 2008, 17:40, editado 3 vez(es) (Razão : Posts seguidos sobe o mesmo tema)
avatar
Danilo Guedebran

ㅤ

Masculino Número de Mensagens : 7
Idade : 33
Cidade : Santo André
Anime/mangá favorito : Corrector Yui
Data de inscrição : 30/04/2008

Ver perfil do usuário http://www.mangaparatodos.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Animes e a censura na América Latina

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum